O que é Nutrição Funcional?

A Nutrição Funcional parte do princípio da individualidade bioquímica, pois somos totalmente diferentes uns dos outros se pensarmos nos nossos genes, mesmo parecidos fenotipicamente (em aparência). A partir desse conceito, surge a necessidade de um rastreamento bioquímico e metabólico individualizado, visando a detecção de alimentos que proporcionam benefícios a saúde, ou que podem provocar doenças, como obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras. Nesse contexto, dietas prontas, baseadas em contagem de calorias, não fazem sentido sob a ótica da Nutrição Funcional.

 A que público se destina

Não há contra indicações. Destina-se a todos que priorizam não apenas a ausência de doenças, mas também, a vitalidade positiva para se considerarem saudáveis. Nessas condições, buscam harmonia entre corpo, mente e meio em que se vive.

Benefícios

A partir da aplicação dos conceitos básicos da Nutrição Funcional, podem-se compreender os desequilíbrios funcionais do paciente avaliado com o objetivo de corrigir a causa de algumas doenças e disfunções orgânicas, e não somente tratar os sintomas desencadeados pelo seu aparecimento.

Custos

Investir em prevenção de doenças, resulta, em redução de custos a longo prazo.

Colaboração: Ana Lúcia Roncato Simões – Nutricionista Funcional