Redes criam modelos de negócios mais baratos para atrair investidores de menor porte .

Para se adaptarem ao momento econômico, marcas expandem como microfranquias, parcelam royalties ou surgem já formatadas em padrão mais em conta.

Mesmo com resultados positivos no primeiro trimestre desde ano – crescimento de 9,4%, segundo ABF, o setor de franquias busca alternativas para se reinventar e não ser abalado pela crise no país. Criar novos modelos de negócios com valores de investimento mais acessíveis ou facilitar o pagamento de taxas de franquias estão entre as flexibilidades oferecidas pelas franqueadoras.

A Stay Care, foi criada pela enfermeira Suely Thuler, que trabalhou por 12 anos em clínicas médicas e notou que a carência do mercado em opções de franquias para enfermeiros que, no geral, buscam alternativas de baixo investimento. Criada em 2013, a marca se tornou uma franquia há pouco mais de ano. É especializada em pés, feridas, estomias e incontinências, e proporciona ao enfermeiro pós-graduado em Estomaterapia, Enfermagem Dermatológica, Podiatria ou capacitado em Procedimentos Podiátricos essa oportunidade.

Com essa novidade, a operação como franquia já começou com o pé direito e conquistou três unidades em pouco tempo: além da unidade própria em Americana, já há dois franqueados (Sorocaba e Salvador). E, ainda neste mês, será inaugurada uma nova unidade em São Paulo e, no segundo semestre, em Campinas.

“Nossa franquia é direcionada ao enfermeiro empreendedor. Aquele profissional que tem conhecimento nessa área de atuação, facilidade de comunicação, vivência na área hospitalar ou relacionamento interpessoal no segmento que permita a oferta dos serviços”, destaca Thuler.

Outros requisitos para a aquisição da franquia são a atualização técnica, participação em eventos científicos, implantação dos protocolos, conhecimento das fichas técnicas e material de suporte. O investimento para a aquisição da franquia é de R$ 90mil. O faturamento mensal pode alcançar R$30 a R$40 mil e o prazo de retorno varia de 12 a 24 meses.

Para ler a matéria completa, clique aqui

Fonte: SUA FRANQUIA – O PORTAL DOS BONS NEGÓCIOS